Viajar sozinho

Deixe um comentário

11 de Agosto de 2013 por redação

Um destino na cabeça, uma mala na mão e pé na estrada. Nem sempre conseguimos a companhia ideal para aquela viagem tão sonhada. Outras vezes, queremos mesmo é um tempo só nosso. Para muitos, viajar sozinho é algo revelador e empolgante, para outros, impensável e entediante. Mas se você faz parte do primeiro grupo, ou está pensando em partir para uma viagem “solo”, confira as dicas da Total Mixx. Não há companhia melhor que a sua!

1. Planeje-se! Tenha o máximo possível de informações sobre o lugar que vai visitar. Escolha uma excelente localização para não precisar percorrer longas distâncias. Descubra os restaurantes que quer conhecer, os museus imperdíveis. Faça um plano que envolva atividades diferentes para que sua programação não se resuma a passar horas sozinho no hotel. O melhor de tudo é que depende apenas de você mudar seu plano quando quiser. Amou um parque e quer passar o resto da tarde por lá? Não precisa consultar mais ninguém! É só ficar.

2. Tenha um ponto de contato. O mundo é muito conectado, não é? É quase certo que você conheça alguém, ou alguém que conheça alguém, no destino que você escolheu. Entre em contato com essa pessoa, peça dicas e leve os dados dela na viagem. Se qualquer aperto acontecer, você pode pedir orientação. Talvez até marquem um programa, o que é sempre bom para quebrar vários dias de solidão. E se você ainda não quer se arriscar e viajar sozinho, mas tem a oportunidade de visitar um parente ou amigo que não estará disponível 24 horas por dia, não deixe de fazer a viagem! Aproveite e faça programas durante o dia, com o conforto de encontrar amigos à noite.

3. Olhos bem abertos! Muitas vezes, quando não viajamos sozinhos, deixamos de perceber muita coisa ao nosso redor. Isso acontece porque estamos olhando para nosso próprio grupo ou porque relaxamos e nos sentimos mais seguros com a companhia de outro conhecido e não precisamos tomar todas as decisões. Mas o estado mais alerta é uma das principais vantagens de se viajar sozinho! Olhe para os lados, veja como os locais compram o ticket do metrô. Leia mapas, pense em que caminho tomar, só você vai decidir. Observe bem os restaurantes antes de escolher um deles. E confie no seu instinto: se uma vizinhança lhe parecer estranha, vá embora dali!

4. Se o intuito não é ficar sozinho, mas fazer amigos, busque bons locais para isso. Os mais jovens (de idade ou espiríto) podem escolher ficar em hostels. Mas puxar papo no avião, no café ou na fila do metrô, embora demande uma certa desenvoltura, ajuda! Da mesma forma, se quiser ficar sozinho, não se sinta tímido em cortar conversas indesejadas. Você está ali para fazer o que quiser!

5. Não há porque não ir a restaurantes só porque você irá comer sozinho. Se essa situação é desconfortável para você, prefira estabelecimentos com mesinhas na calçada. Há sempre a movimentação de pessoas para distração e muitas outras mesas terão a mesma situação qua sua: apenas um ocupante. Mas você pode ainda variar almoços sentados com um delicioso lanche embalado para viagem que você vai comer calmamente sentado em um parque. Há noite, prefira locais mais agitados ou informais, como bares e cafés.

Dicas para o viajante “solo” em Paris

  • St. Germain é um dos melhores bairros para se hospedar. Faz-se quase tudo a pé, as ruas são movimentadas e cheias de restaurantes e cafés, como os tradicionais Les Deux Magots e Café de Flore.
    6a010536a07d60970b01157053b4e1970b-800wi
  • Sugestões de restaurantes: para uma refeição rápida e gostosa, a Crêperie des Canettes, na rue de Canettes, é uma ótima escolha. Quer algo mais substancial? O Le Relais de l’Entrecote, sobre o qual já falamos aqui, garante uma comida deliciosa e serviço rápido. Restaurantes de museu também são ótimos. O Georges, no Pompidou, tem a vista linda e uma opção para almoço sensacional!
    creperie-canettes.patrianova.flkr

    Paris-centre-georges-pompidou-restaurant-terasse

    Georges

    georges1

    Georges

  • Compre um croissaint, uma garrafa de vinho e faça seu piquenique no pôr do sol à beira do Senna. Feche o programa com o turístico mas não menos encantador, passeio de barco pelo rio, vendo a Cidade Luz se acender!
    bateaux-mouche-eclairages-paris-7
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: